sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Coragem, O Cão Covarde

Título Original: Courage, the Cowardly Dog
País de Origem: Estados Unidos
Estúdio Responsável: Cartoon Network
Criador: John R. Dilworth
Ano de Lançamento: 1995(episódio piloto)/1999(série regular)

Se acostumem, leitores, pois ainda verão muitas séries do Cartoon Network por aqui. Deus abençoe a TV paga, que exibe séries de qualidade em horários nem sempre próprios para o público que aparentam tentar atingir, o que faz a TV aberta também exibi-los, por sua extrema popularidade.

“Coragem” é uma série que eu costumo chamar, ao lado do longa “Coraline”, o método de como fazer adultos terem medo de desenho animado.

Vivendo com os velhinhos Muriel e Eustácio numa fazenda, na sugestiva cidade de Lugar Nenhum(cuja localização sugere ser próxima à Area 51, ao qual muitos episódios também fazem alusão), Coragem é um cãozinho-ímã de encrencas sobrenaturais, das quais sempre precisa salvar seus donos, apesar de seus medos.

Como já dito, a série faz alusão à casos sobrenaturais que comumente viram lendas urbanas no interior dos Estados Unidos, assim como aos roteiros dos mais do que trashs filmes de terror da década de 50.

Alienígenas, zumbis, metamorfoses, possessões, são apenas um pouco dos infortúnios que coragem enfrenta pelo seus caminho.

Sem sombra de dúvida, uma das séries mais criativas e inovadoras dos últimos tempos. Mais do que indicado para fãs de terror trash.

Quando digo que a série desperta medo, é um pouco brincadeira, mas não de todo inverdade. E isso ressalta em especial no seu episódio piloto, com animação bastante inferior à da série, sem falas e com efeitos sonoros perturbadores. Terminantemente, esse vale garimpar.



Fonte: Wikipédia

3 comentários:

João do caminhão disse...

O episódio piloto do Coragem é meio assustador mesmo, eu gosto mais desse episódio do que da série inteira.

A parte sonora é bem estranha, parece que foi gravado num corredor de prédio ou algo do gênero, tem um eco bem esquisito e que ficou particularmente legal nesse episódio.

As produções originais do Cartoon Network dessa época eram excepcionais, eu adorava aquele macaco que era super-herói, e o Eu sou o Máximo também.

Patrícia Loupee disse...

O Cartoon Network é ainda hoje um dos poucos estúdios que ainda faz produções em cartoon de algum qualidade. Ando desatualizada do canal, nos últimos anos, mas a produção mais recente deles, que foi justamente meu post inaugural, A Mansão Foster, é um dos meus desenhos favoritos... ^^

Déia disse...

Queria ver de novo o episódio piloto do Coragem! Andei procurando e não encontrei, lembro que na época fiquei assustadíssima!!